domingo, 3 de março de 2019

Eleições2019 na Guiné-Bissau - últimos palpites


Não conheço o Código Eleitoral da Guiné-Bissau, por isso não tenho muito como pronunciar sobre as campanhas eleitorais que estão a caminhar para a última semana. No entanto, tenho breves considerações a fazer:

 a) se alguns militantes do PAIGC andam a se queixar do MADEM-G15 por andar a distribuir dinheiro à população descaradamente, não é porque o partido deles seja de todo inocente ou inexperiente nessas andanças;

 b) não se percebe porquê que em plena campanha eleitoral, um partido com a responsabilidade do PAIGC, através de um candidato a deputado, faça distribuição de materiais electrónicos, materiais de construção, inaugurações e doações

 c) não é preciso ser bruxo para saber que o PAIGC vai (todos os factores apontam nesse sentido) vencer essas eleições - alguns partidos, uma minoria, vão aceitar; 

 d) o MADEM-15 e o PRS, também muito provavelmente o APU - PDGB, não vão aceitar a derrota. Aliás, já recusaram a derrota antecipadamente. Vão ter apoio de muitos outros pequenos partidos;

 e) a instabilidade política vai continuar mas é conveniente que o PAIGC tenha a maioria absoluta para minimizar esse impacto;

Por fim, espero que eu esteja errado quanto à instabilidade. Até depois do dia 10 de Março.

1 comentário: